segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

Final de Ano, Época de Exageros Alimentares: Tudo Demais é Muito!


Final de ano é época de diversão, reunião familiar, festas e, muitas vezes, sinônimo de...comilança – parece ser inevitável algum excesso alimentar nesta época. Quem não espera pelo momento de saborear panetones, chester, Peru, carneiro, tender, bebidas, castanhas, nozes e diversas sobremesas (muitas mesmo!!!).

Na verdade, as festas de final de ano, que deveriam representar um momento agradável, de ingestão eventualmente acima do desejável é, para muitos, a continuação, mais exagerada, de um longo período de acumulação de erros alimentares, traduzido em desequilíbrios nutricionais agravadores do risco de doenças metabólicas e degenerativas (obesidade, diabetes, etc.).

Para começar precisamos pensar que essa comilança do Natal e Ano Novo faz parte da nossa cultura. Não dá para fazer como algumas pessoas radicais fazem de deixar de comer na ceia só porque querem perder peso. Isso está totalmente errado. Está comprovado que a frustração leva a compensação em algum outro momento. Ou seja, você deixa de comer na ceia e na primeira oportunidade vai comer muita quantidade de qualquer outro alimento.

Lembre-se que não é a ceia de Natal ou Ano Novo que tem que mudar e sim você - mudar o seu comportamento na hora de comer.

Abaixo algumas dicas para você conseguir isso com mais tranquilidade:

* Faça as suas refeições no dia da ceia normalmente: Inclusive as intermediárias, como normatiza seu plano de dieta. Muitas pessoas erram quando resolvem não comer quase nada o dia todo para chegar à noite e comer tudo o que deixou de comer durante o dia. Lembrem-se: sempre que entrar muita energia de uma única vez, o nosso corpo utiliza o que ele precisa e o resto ele estoca (= engorde!!).

* Utilize produtos light da linha da maionese, requeijão, creme de leite, leite condensado que fará uma grande diferença na quantidade total de calorias ingeridas neste dia.

* Evite beliscar enquanto prepara os alimentos para não se perder na quantidade ingerida durante o dia.

* Mastigar bem os alimentos durante a ceia: dica muito importante porque o desespero e vontade de se deliciar com todas as comidas faz o olho crescer e vir aquele desejo de comer rápido e logo repetir para comer mais. Isto não é necessário.

* Opte por sobremesas com menos gordura para compensar as carnes servidas na ceia.

* No dia da ceia e do almoço do Natal ou Ano Novo faça caminhada ou alguma atividade física.


Mais importante do que “sacrificar” o Natal ou o Ano Novo é salientar a necessidade de apelar ao bom senso e equilíbrio alimentar durante o ano e usufruir do ambiente destas festas para aproveitar as ofertas alimentares que lhe são características.


Maria Helena Fernandes Di Leone – CRN2 1996
Nutricionista CESI Multicentro – Viamópolis – 3446-0402
Nutricionista Especialista & Professora
Congelados Light e Dietas Especiais
Maria Helena Fernandes Di Leone

http://jornaldeviamao.com.br/medicina.html

Exageros mobiliza as urgências médicas

Sempre que chega o período de festejos de final de ano, os serviços de urgência e emergência de todo o Brasil ficam lotados de pessoas em busca de atendimento médico, grande parte por problemas causados por excesso de ingestão de comida e bebida alcoólica.

Aliado a isso, alguns profissionais tiram férias nesta época do ano, o que causa mais transtornos aqueles que buscam atendimento, já que as pessoas comem e bebem um pouquinho a mais, além de pacientes que já têm uma patologia, com problemas de vesícula, gastrite, diabetes, tudo gera uma demanda maior nos serviços de urgência e emergência, diabéticos, hipertensos ou pessoas com noites mal dormidas, fazem com que essas patologias se manifestem, gerando grandes demandas nos serviços de urgência e emergência.

Portanto, a recomendação que fazemos é: Cuidado com os exageros, lembre-se do conselhos dos antigos, "Tudo demais é muito!".

Do Blog

Nenhum comentário:

Postar um comentário