terça-feira, 23 de agosto de 2016

A Árvore dos Problemas


Esta é uma história de um homem que contratou um carpinteiro para ajudar a arrumar algumas coisas na sua fazenda. 
 O primeiro dia do carpinteiro foi bem difícil, o pneu de seu carro furou e ele deixou de ganhar uma hora de trabalho, a sua serra quebrou, ele cortou o dedo, e finalmente, seu carro não funcionou no final do dia na hora que iria embora. 

 O homem que contratou o carpinteiro ofereceu-lhe uma carona para casa e durante o caminho o carpinteiro não falou nada. 
Quando chegaram a sua casa, o carpinteiro convidou o homem para entrar e conhecer a sua família. 
Quando os dois homens estavam se encaminhando para a porta da frente, o carpinteiro parou junto a uma pequena árvore e gentilmente tocou as pontas dos galhos com suas mãos. 

 Depois de abrir a porta de casa, o carpinteiro transformou-se! Os traços tensos de seu rosto transformaram-se em um grande sorriso. Ele abraçou seus filhos e beijou sua esposa afetuosamente. 
Um pouco mais tarde o carpinteiro acompanhou sua visita até o carro. Assim que eles passaram pela árvore o homem perguntou por que ele havia tocado na planta antes de entrar em casa. "Ah", respondeu o carpinteiro, "esta é minha árvore dos problemas. 
Como eu sei que não posso evitar ter problemas no meu trabalho e, também sei, que não posso traze-los para meus filhos e esposa, então eu resolvi que toda a noite eu deixaria os meus problemas nesta árvore e os pegaria na manhã seguinte." "E funcionou?", perguntou o homem já chegando no seu carro. 

"Se o senhor quer saber, funcionou melhor do que eu esperava. Todas as manhãs quando eu volto para pegar meus problemas, eles não são nem metade do que eu me lembro de ter deixado na noite anterior..." 


Como seria bom se cada um de nós tivéssemos uma árvore dos problemas, onde pudêssemos deixar todas as coisas que nos foram adversas durante o dia e não descarregar todas as nossas tristezas nas pessoas que amamos, bem como também, aprendessemos a não levar os nossos conflitos familiares para o nossos trabalho e as pessoas que convivemos no dia a dia. 

Certamente isso nos faria vivermos bem melhor e conviver harmoniosamente com os nossos familiares, amigos, companheiros de trabalho e com as pessoas que interagimos no nosso cotidiano. 

Agindo dessa maneira certamente estaremos seguindo os ensinamentos no nosso mestre Jesus Cristo, que através do apostolo Paulo nos adverte; "Se for possível, quanto estiver em vós, tende paz com todos os homens." (Romanos 12:18) 

Que Deus nos abençoe. 

Sebastião Sena

Um comentário: