terça-feira, 23 de janeiro de 2018

Crise de Credibilidade da Igreja


Infelizmente a Igreja de Cristo em nossos dias tem sofrido uma grande crise de credibilidade, através dos tempos a igreja tem sido alvo de grandes perseguições, quer seja no seu próprio seio, ou advindo de forças externas a ela.

Sempre aqueles que se mantiveram fiéis aos princípios bíblicos, foram ferozmente perseguidos e muitas vezes dizimados em todos os lugares, como Jesus profetizou. ” Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome. (Mateus 24:9”), e esse sempre foi o preço pago pela verdadeira Igreja de Jesus Cristo e perfeitamente compreensível, já que o Mestre varias vezes advertiu.

Quando falamos de crise de credibilidade em nossos dias, não é porque a Igreja esteja sendo perseguida nesse sentido, por se manter fiel a palavra de Deus e sim por sucessíveis escândalos no seio da Igreja, e nos colocamos a pensar; O que está causando essa crise na Igreja no Brasil?
Não temos a pretensão de exaurir o tema, até porque não temos competência para isso, entretanto, temos a liberdade de pensar e fazermos nossas ponderações como um ser que recebeu a capacidade dada pelo criador de raciocinar.

Gosto muito de me mirar nos exemplos do passado, para aprender e não incorrer em erros no presente ou no futuro, quando então me proponho a analisar algo que diz respeito ao povo de Deus, que é a Igreja atual, não posso fazê-lo sem olhar para o história do povo de Deus no Velho Testamento, é claro que de forma bem simples para que todos possam entender.

Vejo que no Velho Testamento muitas vezes o nome de Deus era escarnecido entre as nações, porque o “seu povo”, era desobediente e não procedia da maneira como Deus os instruía, chegando a ponto de Deus dizer “E agora, que tenho eu que fazer aqui, diz o Senhor, pois o meu povo foi tomado sem nenhuma razão? Os que dominam sobre ele dão uivos, diz o Senhor; e o meu nome é blasfemado incessantemente o dia todo. (Isaias 52:5)”.
Sempre que lideres desobediente a Deus se levantavam para dominar sobre o povo de Israel, eles encaminhavam pelo caminho da desobediência e consequentemente do escárnio das outras nações ao nome de Deus.

Lideres inconsequente levam o povo a inconsequências, que foram danosas ao povo de Israel no passado e hoje desencaminham a Igreja do Senhor.
Muitos são os argumentos que poderiam ser elencados para esclarecer o que externamos aqui, entretanto vamos analisar apenas um ponto, que no nosso entender e de fundamental importância.

Como entendemos que é essencial para uma Igreja saudável, que ela tenha lideres saudáveis, e para ser ter lideres que dignifiquem o titulo de autênticos representantes de Deus, se faz necessário que a formação desses lideres seja levada mais a sério, algo que não vejo em nossos dias.
As instituições formativas muitas vezes só visam lucros, Instrutores muitas vezes incrédulos e apenas empregados, assim como muitos que sem nenhuma vocação ou chamado, apenas buscam empregos seguros e regalias, mas, não vou pormenorizar esses e outros temas, expressarei apenas um argumento que considero crucial.

Nos Seminários hoje a palavra de Deus perdeu a importância, se um aluno fizer um trabalho e fundamentar seus argumentos, apelando para o que disse Paulo, Pedro ou mesmo Jesus Cristo, esse argumento não é aceito, ele vai ter que apelar para o que disse fulano ou sicrano no seu livro tal e tal e etc e tal. Antigamente era importante você analisar o texto na língua original, argumento históricos,  bem, o texto Bíblico é que era importante, agora não, as pessoas se formam, sabendo tudo o que os homens dizem e nada do que Deus disse.

Que Deus nos Abençoe

Sebastião Sena 23/01/2018

Nenhum comentário:

Postar um comentário